Últimos posts

Como planejar sua LUA DE MEL

Feliz demais em apresentar pra vocês a nova colunista do blog! Agora vocês terão dicas sensacionais sobre viagens, e o post de hoje já chega chegando. Um super passo a passo de como os noivos devem planejar sua viagem de lua de mel !
(Foto arquivo pessoal | Constanta, Romênia)

Olá! Sou Fabiane Teixeira, advogada por profissão e viajante compulsiva por opção. Junto com meu noivo Fábio já visitamos 35 países (este mês ainda completamos 38), e compartilhamos todas nossas dicas no site Viagens e Vivências e nossas redes sociais. 

É um prazer participar da Coluna de Dicas De Viagens do Blog Realizando Um Sonho, e espero que consiga trazer o máximo de dicas e informações possíveis para vocês. 

A primeira de todas as dicas costuma ser uma dor de cabeça na vida do casal. Se há outra preocupação para noivos durante os preparativos para o casamento, não resta dúvida de que se trata da viagem de lua-de-mel. A última etapa deste momento tão sonhado na vida de um casal deve ser perfeita, sem nenhum contratempo ou, se isso acontecer, que seja remediado o mais breve e da melhor maneira possível. 
(Foto arquivo pessoal | Ilhabela, SP, Brasil)

Afinal, como uma lua-de-mel deve ser preparada? Como escolher o destino? O que deve ser observado? Listamos alguns itens essenciais para que sua lua-de-mel chegue o mais perto possível da perfeição e que as lembranças sejam as melhores e inesquecíveis:

1 - Preparar com antecedência:

Vocês conseguiriam preparar uma cerimônia religiosa e uma recepção inesquecíveis com pouca antecedência? Acredito que não! Da mesma forma é a viagem de Lua-de-mel. Quanto antes começar a programá-la será melhor! Isso inclui angariar e poupar recursos, pensar no destino, programar roteiros, passeios, reservas e de preferência pagar tudo antes da viagem. Pois assim vocês terão apenas que se preocupar com transportes, alimentação e comprinhas (que nós adoramos!). 

Reserve de um a um ano e meio antes da lua-de-mel para preparar sua viagem. 

2 - Pacote de Viagem ou Viagem independente? 

Existem alguns pacotes oferecidos por agências de viagens que possuem excelente preços! Mas temos que concordar que alguns pacotes não valem a pena. O ponto positivo é que, dependendo da agência (claro), ela te dará todo o suporte antes, durante e depois da viagem. Ajudará com a escolha do destino, dos hotéis, geralmente fecham voos excelentes, e ainda passará alguma dica do destino. Algumas fazem até um roteirinho.

Mas o negativo é que já vimos alguns pacotes que estavam o dobro do valor se fosse feito de forma individual.

Então, é aconselhável que o casal coloque todos os prós e contras na ponta do lápis, e escolha o que melhor lhes convir. 

Se for fechar de forma individual, alguns dos sites que recomendo para organizar e reservar sua viagem são: 

- Skyscanner: é um buscador global de passagens aéreas, hotéis e aluguéis de carro. Busca o melhor preço, e te encaminha para o site onde a compra poderá ser realizada. Tem uma ferramenta muito interessante em que você informa os dados da viagem (data, local e valor), cadastra o e-mail e eles te encaminham e-mails diários com os valores das passagens para aquele destino. É excelente por que você acompanha a variação do preço, e quando vê um preço vantajoso, pode adquirir a passagem. O site da Kayak funciona de forma bem parecida. 

- Melhores Destinos / Passagens Imperdíveis / Viajando Barato pelo Mundo: encaminha diariamente promoções de passagens aéreas, hotéis e alguns descontos relacionados com viagens. O App de cada um é excelente pelo fato de que você recebe a promoção em tempo real. Mas observe os dados da viagem, conexão, tempo de conexão, etc. Na maioria das vezes você consegue alterar dados da pesquisa e ter sucesso. Observe tudo direitinho antes de finalizar a compra! 

- Sobre hotéis, o que mais trabalhamos é o Booking.com (reserva sua hospedagem, sendo que alguns hotéis cobram só no momento da hospedagem, e outros, pela vantagem do preço, cobram antecipadamente). Mas há 9 anos viajando para todo canto do mundo, nunca tivemos problemas com o site, o que não significa que não existem reclamações. O site da Decolar.com também oferece vários hotéis, bons preços e ainda parcela o valor (dependendo em até 10 vezes sem juros no cartão de crédito). 

O importante é sempre observar todos os detalhes dos pedidos antes de finalizar a compra!

3 - Tempo da viagem: 

Depende da disponibilidade do casal. Mas para viagem ao exterior, por exemplo, recomenda-se de 7 a 10 dias, pelo menos, pois dependendo do destino, o tempo de deslocamento para ida e volta costuma ser de um dia. Então, não dá para conhecer algum destino da Europa com 5 dias, por exemplo. A menos que seja uma única cidade, e você desconte um dia para a ida, outro para a volta, e ainda reste 5 dias inteiros e para uma única cidade apenas. ;)

Importante também que o casal não viaje no mesmo dia do casamento/festa ou no dia seguinte. Acaba sendo muito cansativo uma viagem, e tenho certeza de que vocês querem aproveitar cada momento até o último segundo do dia. 

4 - Escolha do destino: 

Sempre deve ser de acordo com o bom senso e consenso do casal. Portanto, deve ser observado o gosto de cada um e juntos decidirem uma viagem que seja adequada para ambos. Tem casal que um gosta de Praia e o outro não. Assim, dependendo do destino dá até para conciliar gostos diferentes, como por exemplo na Itália, na Grécia, Espanha ou Portugal... 

O casal deve conversar muito sobre o destino, e não esquecer que é a celebração de um dos momentos mais importantes da vida comum. 

5 - Brasil ou exterior? 

Depende muito!!!! Quando se pensa em lua-de-mel, geralmente as pessoas pensam em lugares no exterior. Mas não necessariamente isso deve ser levado em conta. 

O Brasil tem lugares maravilhosos para uma viagem especial, e a isso soma-se: nosso idioma, nossa moeda, um país amistoso, qualquer contratempo pode até ser mais fácil de voltar para casa, vai ter sempre nosso arroz e feijão (tem gente que não consegue ficar sem mesmo!), e você vai conseguir ler e entender o cardápio dos restaurantes. Então, são vários pontos positivos para fazer uma viagem de lua-De-mel pelo Brasil. Mas infelizmente, como ponto negativo, alguns preços são tão exorbitantes que às vezes fica inviável viajar no Brasil e acaba sendo mais barato viajar para o exterior.

Se for para o exterior, informe-se melhor sobre o país antes de bater o martelo! O idioma pode ser um grande empecilho, por exemplo. Tenho uma conhecida que viajou para Paris, e não conseguia escolher nenhuma refeição que gostasse (por que não entendia a tradução). Comeu todos os dias da viagem de forma péssima, voltou detestando o lugar e consequentemente tem péssimas lembranças da viagem. 

Outro ponto a ser observado é que, nem sempre, o barato é também o melhor. Às vezes vale a pena pagar um pouco mais pelo conforto, comodidade, facilidade e segurança. 

Então o jeito é pesquisar sempre! 

6 - A época da viagem influencia? 

Sim! Muito!!!! Você deve ter em mente que a estação do ano no Brasil (Hemisfério Sul) é inversa à do Hemisfério Norte. Portanto, quando aqui é verão, lá é inverno, e vice-versa. 

A melhor época para viajar para a Europa e América do Norte, por exemplo, é de abril a setembro: os dias são longos, as atrações fecham mais tarde e sua mala não precisa ser quase uma mala de um esquimó! Já no inverno, os dias são curtos e muito frios, alguns lugares chove e/ou neva muito. 

Viajamos para Barcelona, entre novembro/dezembro, e pegamos muita chuva! A pior das lembranças que tenho é de literalmente entrar em uma enxurrada para conseguir subir no ônibus. Imaginem quão desagradável foi ficar o resto do dia com os pés frios e molhados? 

Pesquisem sempre como é o clima, a temperatura da cidade (ou país) naquele mês que pretende viajar. E sempre quando falta um mês para nossa viagem, já começo a acompanhar o clima na cidade (naquele App de Tempo no Celular mesmo). É ótimo ver a variação e entender a mudança climática na cidade.

Já no Brasil, se for viajar no verão, o que não faltará são praias belíssimas! E no inverno, existem cidades super charmosas para curtir uma lareira (acho tão romântico). 

7 – Na compra de Passagens aéreas:

Observe sempre o tempo de conexão, dê preferência para o voo direto ou com menor número de conexões. Tem promoções quase imperdíveis que quando você vai observar são 2, 3 ou quatro conexões. Ou por exemplo, você vai de Belo Horizonte para Salvador, e antes passa no Rio de Janeiro, depois Brasília, para só depois chegar no destino final. Isso é tão cansativo!!!

Se os preços das passagens estão caros, tente colocar um ou dois dias depois. Costuma reduzir bastante. Veja também a evolução dos preços na pesquisa. Dá para ter uma boa ideia do valor das passagens durante todos os meses do ano.

Viajar em classe executiva também faz uma diferença enorme! Viajamos recentemente de São Paulo para Londres em classe executiva. No final do voo estávamos descansados, relaxados e prontos para curtir a cidade. Mas vamos deixar claro: o bolso pesa significativamente! E isso é um luxo dispensável! Mas se você pode, invista nisso, especialmente para as viagens mais longas. 

8 - Na escolha do hotel:

Alguns pontos devem sempre ser observados: comentários de outros hóspedes (tente peneirar aqueles que só querem denegrir o ambiente - sim! Tem gente que faz isso!); localização; limpeza, custo-benefício, se há Wi-Fi e se é gratuito; nota no Booking.com é muito importante, se for acima de 8.5 o hotel é excelente; se há secador de cabelos; se há banheiro privado (já reservamos um hotel em São Francisco, na Califórnia, que o banheiro era compartilhado! Pelo menos para mim, banheiro privado é essencial); observe o tipo de quarto, o tipo de cama; se o café-da-manhã é incluído na diária; se há outras refeições incluídas. Leia tudo o que puder!

Por fim, a escolha do hotel deve obedecer ao gosto e exigência do casal! Mas para lua-de-mel, um bom hotel faz toda a diferença! 

9 - Documentação exigida:

Para qualquer lugar que for, observe a documentação exigida, se precisa de aprovação de visto com antecedência, se precisa de vacinas, se é obrigatório apresentação de apólice de seguro.

Sempre dou uma dica para qualquer pessoa que conheço: tenha passaporte com validade e tenha o cartão de vacina em dia, especialmente contra Febre Amarela. Nunca se sabe quando algum lugar terá um surto, uma epidemia da doença. Então previna-se. E acredite: tem lugar que você não entra mesmo!

10 – Roteiro

Última dica para o post de hoje: conheça o destino da sua viagem antes da viagem, propriamente dita. É tão importante você saber um pouco da história do lugar, entender a cultura, a comida típica, os pontos imperdíveis, os bons restaurantes, os lugares de balada, os lugares de sossego... tudo! E isso, somente com antecedência que você conseguirá fazer.

Se não gosta de fazer roteiros, ou se não leva jeito para isso, existem pessoas que fazem este trabalho para você. Mas se for tentar fazer, verá o quão bom é preparar um roteiro. É a sua pré-viagem! E quando chegar lá, ficará tudo tão fácil de entender e curtir!

(Foto arquivo pessoal | Shangri-la London, at the Shard, Londres, UK)

Então, estas foram as dicas básicas para quem pretende organizar uma lua-de-mel. No próximo post, vamos dar outra dica essencial: o preparo da mala!

Beijos e até a próxima!

Fabi

« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

Postar um comentário