Últimos posts

Como planejar um casamento duplo

Organizar um casamento não é fácil. Imagine então um casamento duplo!

As queridas Laiana e Luana, irmãs gêmeas, organizaram o seu casamento duplo de uma forma incrível, foram extremamente organizadas! E a Laiana escreveu essa matéria especialmente para o blog com todos os detalhes possíveis pra ajudar as noivinhas que querem fazer um casamento duplo! 

Pergunta se fiquei pulando de alegria com esse carinho. Minhas leitoras são demais!
"Antes de tomar essa decisão é preciso seguir alguns pré-requisitos, para não haver problemas com a festa ou conflitos entre os casais.

1. Conhecer um ao outro. 

Para realizar um casamento duplo é preciso que as noivas e os noivos sejam realmente amigos e que tenham gostos parecidos. No nosso caso, somos irmãs gêmeas e sempre estivemos juntas em todas as decisões. Além disso, compartilhamos gostos parecidos e desde pequenas sonhamos em casar na igreja e ter uma linda festa. O nossos noivos se tornaram amigos logo que se conheceram, uma amizade realmente verdadeira de estarem sempre juntos e de dividirem gostos muito parecidos como: futebol, academia, MMA, rock, vídeo game, filme, etc. Assim as decisões são parecidas e não há tantas divergências, sem falar que o companheirismo é fundamental.

2. Possuir o mesmo sonho de casar, seja como pede a tradição ou numa cerimônia simples.

Não adianta iniciar o planejamento de um casamento duplo antes de ter certeza que ambos os casais sonham com esse momento. É preciso que os desejos e anseios sejam semelhantes e que completem um ao outro, caso contrário, sempre haverá um que dificultará o andamento da organização.

3. Entender as limitações financeiras do casal. 

Muitas vezes não temos as mesmas condições para realizar gastos e por isso temos que abdicar de certos caprichos ou tentar procurar uma forma de não gastar tanto. Lembrando que todos os gastos são decididos e divididos entre os quatro.

4. Saber trabalhar em equipe. 

Casamento duplo tem a vantagem de serem quatro cabeças pensando e oito braços trabalhando, portanto, facilita na hora da resolução de problemas e da concretização das atividades. Por outro lado, trabalhar com pessoas é ter que lidar com conflitos internos e pessoais, diferentes um dos outros. O ideal é fazer da presença de mais um casal uma grande vantagem e não um problema. Dessa forma, é necessário que os quatro saibam trabalhar juntos e, sobretudo dividir as tarefas, respeitando as limitações dos noivos, seja de horário de trabalho, transporte, saúde, etc. É importante que na hora das ideias e decisões os quatro estejam reunidos, mas que depois deixe acertadas as funções de cada um. 

Nos dividimos dessa forma. 

Segmento Burocrático: organização da papelada do casamento, dos contratos das empresas que farão a festa, levantamento de contatos, de preços, etc (Essa era Eu!)

Segmento Criativo: pesquisa de lembranças, cortejo, trajes dos noivos, penteado, maquiagem, ideias diferenciadas, decoração, etc. (Essa era a função da Luana, apesar de eu ajudar também).

Segmento Financeiro: controle de gastos, divisão orçamentária, alocação de recursos, investimento, visão futurística e holística. (Lógico que esse é para os noivos)

Segmento de mão de obra: os casamentos atuais estão cada vez mais agregando características dos noivos e trazendo bastante personalização. Assim é preciso reunir todos para colocar a mão na massa, para cuidar de detalhes que o cerimonialista, decorador, fotógrafo, etc, não fazem, como: enrolar os bem-casados, organizar as lembranças dos padrinhos, embalar chinelas e canecas, arrumar os guardanapos, do kit de banheiro, da igreja, dentre outros detalhes que surgem (esse pede a participação de todos).

5. Conhecer as famílias. 

Esse passo complementa o primeiro (conhecer um ao outro). Quando falamos em casamento duplo com irmãs nós temos três famílias envolvidas, se não for de irmãs podemos ter até quatro, já imaginou quanta confusão pode dar nisso? Cada família terá anseios e vontades diferentes, mas existe algo que congregam todas elas: o desejo de verem os filhos felizes e realizados. Para que haja uma maior harmonia entre as partes é interessante que todos já tenham pelo menos se visto alguma vez, conversado ou trocado algumas palavras. Caso contrário, sugiro que organizem um jantar ou uma pequena comemoração que possa reunir os parentes mais próximos. No nosso caso já conhecíamos boa parte, devido à proximidade dos noivos e, além disso, fizemos o jantar de noivado no mesmo dia, o que facilitou bastante. É preciso levar em consideração que na maioria dos casos as mães das noivas cuidam da festa, muitas vezes entram com ajuda financeira e escolha dos detalhes (como a nossa) e as mães dos filhos ajudam muitas vezes na casa ou em outra pendência que surja.

Preparativos

Além da escolha da igreja e do Buffet ou de detalhes como decoração, existem outros particularidades que os noivos terão que decidir em consonância com o outro. Seguem algumas dicas para o planejamento da festa.

1. Escolha dos trajes, penteados e acessórios: essa parte é algo muito particular, pois cada noiva sonhou com seu vestido de uma forma única e individual. No entanto, é preciso atentar bastante para esse detalhe, pois um casamento duplo exige dos convidados um trabalho maior para apreciar as noivas e os detalhes, já que são duas. Dessa forma, se os adereços e vestimentas forem muito diferentes ocasionará uma poluição visual e deixará de ser uma cerimônia delicada para um festival de modelos. Como somos gêmeas sempre tivemos o mesmo gosto e optamos por entrarmos na igreja com vestidos quase iguais, mudando pequenos detalhes. Nosso penteado foi o mesmo, mudamos apenas o gancho do cabelo e a maquiagem foi igual. Mas no caso de irmãs que não são gêmeas ou de amigas, é importante que os adereços sejam pelo menos parecidos e sigam uma mesma linha de estilo. A escolha do salto do sapato também é criteriosa, noivas de altura diferentes causam uma desorganização ao olhar, além de atrapalhar o enquadramento das fotos que serão feitas. Para os noivos o ideal é que usem o mesmo traje, porque nesse caso os modelos são bem mais restritos e os detalhes mudam muito pouco. Além do mais, geralmente, os homens não se incomodam em estarem iguais ou abdicarem de um modelo para adequar ao outro.

2. Cerimonial: um dos profissionais mais importantes, senão o mais importante da festa de um casamento é o cerimonialista. Este será o responsável pela organização da sua festa e cuidará dos detalhes que você não poderá cuidar estando vestida de noiva. Para casamento duplo é importante contratar uma equipe de cerimonial que já tenha feito casamento duplo, que conheça as particularidades desse momento, como por exemplo, ter que reunir as famílias de cada casal, padrinhos, amigos para uma foto. Deverá ter em mente que toda a festa será duplicada: com dois momentos para fotos, agradecimentos, votos, homenagens, descida dos noivos, etc. Sugiro que tenha pelo menos cinco pessoas na organização, pois enquanto num casamento comum arruma-se o véu de uma noiva ou cuida-se em limpar o suor de um noivo, no duplo teremos quatro pessoas a espera de cuidados.

3. Escolha da banda e do fotógrafo: essa é uma escolha que deverá ser feita coletivamente, já que serão os mesmo profissionais para a festa. Com relação à escolha da banda é importante que os estilos musicais sejam contemplados e que o repertório da cerimônia e da festa seja escolhido em conjunto. Para o fotógrafo a decisão deve ser mais cuidadosa, assim como o cerimonialista é preciso exigir desse profissional a experiência com casamentos duplos e a necessidade de pelo menos dois fotógrafos para cobrir a fotos formais e as espontâneas.

4. Bolo de casamento: outro símbolo da festa de casamento que pode ser compartilhado entre os noivos é o bolo. Algumas noivas optam por terem dois bolos na festa e criarem dois cenários no Buffet. Assim podem realizar as fotos separadas e ganham tempo para receber e conversar com os convidados. Particularmente, não gostamos da ideia, preferimos apenas um bolo, pois a festa terá uma única decoração e será no mesmo local. Optamos por fazer um bolo com 5 andares já que pousaremos as duas no bolo, assim ele não se perde com a nossa presença, mas a escolha parte de cada noiva.

5. Detalhes da cerimônia: se o local escolhido para cerimônia matrimonial for a igreja é importante atentar para o seu tamanho, pois os convidados serão duplicados. Além disso, é preciso verificar o espaço de passagem da noiva até o altar, já que serão duas noivas entrando na igreja. No caso de irmãs, algumas optam por entrarem com o pai ou outro parente, o que já exige um espaço mais amplo. Atentar também para o comprimento da igreja, é interessante que se tenha um espaço grande da porta da igreja ao altar já que os convidados terão duas noivas para apreciar. Outro detalhe na igreja é o genuflexório (pequeno batente para os noivos ajoelharem) que deverão ser dois e poucas são as igrejas que os possuem, por isso é importante que os noivos providenciem com antecedência. 

6. Detalhes da festa: para o espaço da festa também é imprescindível cuidar do tamanho do buffet, mas principalmente dos momentos que farão parte do evento. Primeiramente, é importante que o fotógrafo faça as fotos individuais e em conjunto com as noivas antes da cerimônia e da festa, assim elas ganharão tempo para receber os convidados. Saindo da igreja e chegando no Buffet é ideal que já comecem a sequência de fotos com a família e padrinhos sem perder tempo (Esse passo exige organização do cerimonial). Na descida dos noivos os casais devem seguir um após o outro já se encaminhando para a valsa, o brinde e os votos. Nesse momento procurem não se alongar nos agradecimentos e homenagens, pois os convidados já estiveram por muito tempo na igreja e aguardaram pelas fotos, provavelmente, querem jantar. Então a dica é não alongar! Outro detalhe é na hora de jogar o buquê, pois serão duas noivas, mas o momento pode ser o mesmo. Ou as noivas jogam os dois buquês simultaneamente, ou podem jogar apenas um e oferecer o outro. Na nossa festa oferecemos um para nossa mãe e para jogar o outro fizemos a brincadeira das fitas, enquanto uma segurava o buquê com as fitas amarradas e já com as amigas solteiras com suas respectivas fitas, a outra ia cortando de olho fechado. Foi muito divertido! Ai entra de novo o papel do cerimonialista que deverá aprontar as fitas e ter experiência com a brincadeira."
Laiana querida, muito obrigada por compartilhar essas dicas maravilhosas, com certeza seu relato ajudará muitas noivinhas!

Gostaram meninas! Eu amei essa colaboração da leitora para o blog!

E se você também quer colaborar com o blog dando dicas bacanas para os preparativos do casamento, é só escrever para blogrealizandoumsonho@hotmail.com!

Outros assuntos relacionados:
Beijos,
« VOLTAR
AVANÇAR »

7 comentários

  1. Que lindo! Vou me casar em janeiro em um casamento duplo com minha irmã também (não somos gêmeas) e fico feliz de dividir um momento tão especial da minha vida com ela.

    ResponderExcluir
  2. O casamento foi belíssimo, o que não poderia ser diferente vindo das mais lindas ainda Laiana e Luana. Um momento único, para os noivos, familiares e convidados.

    ResponderExcluir
  3. Ai que tudooo...
    Imagino o quanto foi especial ;)
    Suas dicas são fundamentais para que tudo de certo ;)
    Felicidades aos casais!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Q lindas ...

    E qnt trabalho elas tiveram heim !!

    :)

    Bjos
    Fabi

    ResponderExcluir
  5. Muito legal a matéria e muito lindas elas...

    ResponderExcluir
  6. Lindaas.. temos algo em comum, eu me chamo Luana e minha irmâ se chama Laíne, e pretendemos casar juntas também..rsrs

    ResponderExcluir
  7. Amei a dica .irei casar tbm e é duplo.mas os noivos e q são irmãos.

    ResponderExcluir